Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

you and i, wind land and sea

"You know ma, we invest in our lives with such a relentless passion, not once realising how fragile it is."

you and i, wind land and sea

"You know ma, we invest in our lives with such a relentless passion, not once realising how fragile it is."

Fazes-me Falta !

Txee, lá estou eu, outravez acordada até tarde, a escrever no meu blog.

Mas pronto, em momentos de inspiração, o melhor é aproveitar e escrever um texto ! Bem, foi o qe eu fiz ao acabar mesmo agora de escrever este texto.

Aviso desde já qe este texto é .. como se eu estivesse a escrever uma história. Não me aconteceu nada do que diz acontecer no texto e tal ..

 

 

 

 

"... Gostava de te dizer "Olá!". De te dizer qe estou no 9º ano - quase no 10º - e que  fazes-me falta.
Gostava de te mostrar o meu telemóvel novo, de te dizer que a nossa cadela tem imensas saudades tuas, de ver outro filme de terror contigo, e de te dizer qe fazes-me falta.
Gostava de fazer outro "acampamento" no teu quarto - com o colchão no chão e as bolachas todas espalhadas, conversar contigo até às tantas da manhã e dizer que fazes-me falta.
Gostava de ligar a música bem alta e por-me a cantar contigo, ou de fazermos loucuras dentro de casa. Gostava de ir para a varanda à noite contar as estrelas contigo e dizer-te qe fazes-me falta.
Gostava de chegar a casa todos os dias e te ver sentado no sofá, à minha espera para te contar as novidades. Gostava de te mandar outra sms a te lembrar o quanto te adoro, ou de fazer outro telefonema daqueles que demoram horas e horas, e de te dizer que fazes-me falta.
Gostava de dar mais um beijinho, de ver o teu sorriso uma última vez, de te ver a rir ou com aquele brilho nos olhos que nao me saía da cabeça.
Gostava de te dizer que
FAZES-ME FALTA !

Deixaste um enorme buraco no meu peito quando foste embora assim tão de repente. Não foi justo fazeres-me isto. Sei que não tiveste culpa nenhuma, mas as saudades são cada vez mais ...
Agora, agarro-me apenas às memórias de todos os nossos momentos e às fotos. Não há um dia em que eu não pense em ti, e não há uma noite em que eu não sonhe contigo. As lágrimas que derramo e derramei por ti são demasiadas, sinto a minha cabeça estonteada. E sinto demasiadas saudades tuas.
Sei que já passou algum tempo, mas ainda não recuperei da dor. E de certeza que vais para um lugar melhor, longe de problemas e de todos os tipos de dor. Vais ser feliz. Por isso posso até nao te voltar a sentir perto de mim, mas sei que vais continuar a proteger-me e a olhar por mim. É altura de te deixar ir.

Mas não para sempre. Espera lá em cima por mim, que eu hei-de ir ter contigo outravez @

 

 

Um beijinho,

 

Mariana* "

 

 

MJ*

 

 

3 comentários

Comentar post